Lei nº 9.610/1998

Violar os direitos do autor constitui CRIME e está sujeito as penalidades de acordo o Art. 184 do Código Penal Brasileiro.

30/07/13

LAMÚRIAS DE AMOR ®


Você cravou em meu peito um golpe amargo
Não notou o que meus olhos te ofertaram
Você desferiu em meu peito uma fecha azeda
            Não ouviu o pedido do meu coração

As lágrimas que derramei em forma de chuva
            Não foram suficientes para suprir o teu perdão
Os choros do meu coração dilacerado
            Não foram aceitáveis para acalentar o teu indulto

Dura é está realidade sem você
O destino antes amável se tornou penoso
O amor antes dito repetidas vezes se tornou um silêncio
O sonho do jardim perfeito se tornou o pesadelo da noite

Se quiseres que grite ao mundo, gritarei!
Gritarei com todas as minhas forças
Que você é minha vida
Que você é minha alma
Que meu é teu coração
Que as cinzas do passado foram enterradas
Que a vida só tem sentido com você

Meu amor...
Preencha este coração com flores de primavera
Com teu sorriso pela manhã de inverno
Com teu corpo ao por do sol nas tardes de outono
Com teu amor a vida inteira em todos os verões



VERDADES ®


Verdades foram ditas
Como conformidade da ideia com o objeto
Verdades foram pensadas
Como dito com o feito
Verdades foram escritas
Como discurso com a realidade
Verdades foram silenciadas
Como erro da ilusão da mentira

O homem as proferiu em seu coração
O poeta as proferiu em seus corpos
O jovem as proferiu em seu trabalho
O velho as proferiu em seus ensinamentos

A autenticidade da verdade veio do que não foi:
Silenciado, escrito, pensado ou dito
Mas da expressão fiel da natureza humana
Que carrega a alma do homem sem meias palavras

05/06/13

SOPHIA VITÓRIA ®


Nasceu uma semente de alegria

Que a todos contagiou
Trazendo felicidade ao mundo

Amor aos seus pais

Criança esperta
Sadia e cheia de encantos
De covinha do pai
Rostinho de anjo

Nasceu uma luz para o lar
Choro pra madrugada
Risos pro dia
Festa ao banhar

Criança de luz
Anjo mandado por Deus
Presente que alegra o mundo
Nossas vidas antes vazias


Sophia és teu nome
Vitória teu mundo
Meu mundo agora é teu

Somos uma família
Uma casa, um sentimento
Um pai e uma filha

Nasceu minha vida
Nasceu meu sonho
Nasceu minha flor
Nasceu Sophia Vitória

13/05/13

SUICÍDIO ®

Uma ideia de morte cravada no peito
Escondida em noites más dormidas
Embutida em palavras sem lógica
Encharcada em lágrimas de sofrimento

A ideia da morte vem a cada minuto
A alma prepara o caminho para a paz
O corpo confinado em um coração chora
O dia já não faz mais sentindo

A ideia da morte nasceu de um amor
Em uma juventude deixada de lado
Em uma realidade não vivida
Em um terreno antes sonhado

A ideia da morte supera o medo
Evoluída de um amor doloroso
De um choro em sonho
Da mentira antes contada como verdade

A ideia da morte chama-se suicídio
A corda no pescoço a meia altura
O último suspiro ao contemplar as estrelas
O sangue não derramado em vida

DOENÇA INCURÁVEL ®


Estou doente
Estou morrendo

Estou doente:
Da vida sem sentido
Da morte que não vem
De pessoas hipócritas
De sentir pena de mim

Estou doente:
Da luz em meus olhos
Da escuridão no meu quarto
De desejar o que não tenho
De sentir deprimido

Estou doente:
Da alma pervertida
Da carne corrupta
De sofrer calado
De sentir ternura

Estou doente:
Da voz na minha cabeça
Da dor no fundo do peito
De ser inteligente
De ser imperfeito

Estou doente
Estou morrendo